terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Cilada!

Parafraseando Bruno Mazzeo, as operadoras de telemarketing são uma verdadeira cilada!
(e um saco, né?!)
Falando sério: quem não se incomoda com os bancos que não fazem outra coisa na vida a não ser te ligar incontáveis vezes para oferecer um cartão?
Você tenta encerrar logo no início o bate papo (ou seria o bate boca?), dizendo a verdade (aliás!): "já te interrompendo porque vocês me ligaram ontem e anteontem e antes de anteontem..."
Mas acredite! Nenhuma frase sua (se você tiver a chance de conseguir falar) impedirá um ataque feroz do texto decoradíssimo que mais parece sair de uma metralhadora.
Tudo começa assim, de maneira bem "simpática": "Bom Dia! Eu falo do banco tal, por favor a Sra. Marianna Frozardi...

*suspiros* Marianna FROSSARD sou eu.
(que azar estar em casa!!!)

E lá vêm a ladainha de sempre, que às vezes demora 5/7 minutos, sem pausa para a respiração da coitada. Já eu, respiro, suspiro, transpiro...
... e continua a mesmice, com frases que você já sabe de cor e não aguenta mais ouvir.

Na boa? Amo marketing, de certa forma ele faz parte da minha vida; apóio o marketing nas empresas, mas o marketing que chateia, realmente não dá!
Quando será que chega em Brasília essa lei do bloqueio de telemarketing que já vigora há quase um ano em São Paulo?
Até quando a gente vai ter que suportar isso???

Acho um verdadeiro desrespeito tanta insistência e é uma pena que o próprio marketing não saiba que essa atitude mais afasta as pessoas do que as aproximam do seu banco.
Atualmente tenho conta no BB mas se eu resolvesse procurar um novo banco, teria uma lista dos quais não ser correntista. Com certeza faz parte dela, todos aqueles que me importunam durante semanas seguidas.
Não adianta eu estar no trabalho, estar no banho, estar almoçando, estar dormindo, estar viajando, ser sábado e talzs que uma hora, eles acabam me encontrando. E pior: tão chateada a ponto de explodir e claro, sem a menor vontade de aderir ao tal cartão!

Alôôôôuuuuu. Cadê o desconfiômetro? Afinal, a gente avalia isso também! A capacidade que a empresa tem de deixar o seu cliente se sentindo confortável. E se isso não ocorre antes de haver um compromisso, imagine depois - que você já foi "fisgado"!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Enfim.

Objetos, pessoas, animais e tudo o mais que habita este Planeta: preparai-vos para os flashes!
Agora estou munida com uma profissional. =)


:: presente de aniver, da mamys (adiantado)
** Obrigada pelas visitas e um beijo às novas seguidoras!!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Dando sinal.

Meu amor disse hoje que deu um pulinho no blog e achou até teia! rs...
Ando sumida sim, mas é por uma boa causa. Vou fazer o possível para estar mais presente! =)

Ele aproveitou a "bronca" para dar uma ideia de post... esse aqui, por sinal!
Disse ainda que vai parecer que eu sou fã da Coca-Cola! rsrsrs mas que a gente não tem culpa de gostar tanto da marca, já que o marketing dela é simples e eficaz!
E como diria a própria... "É isso, aí!"


Obrigada, Clau! Beijo pra vc e para todos que passam por aqui.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

After all... LIFE´S FOR SHARING!!!

"Uma empresa de telefonia móvel inglesa promoveu essa mobilização na Trafalgar Square, em Londres, reunindo mais de 13 mil pessoas. A empresa simplesmente mandou um convite pelo celular: "esteja na Trafalgar Square tal dia, tal horário". E nada mais foi dito. Os que foram acharam que iam dançar, como tem acontecido em outras mobilizações desse tipo. Mas, na hora, distribuíram microfones, muitos, muitos, muitos mesmo, e fizeram um karaokê gigante, de surpresa!!! E todo mundo que estava na praça, quem estava passando, quem nem sabia do convite, cantou junto."
Recebi esse e-mail e gostaria de dividir com vocês.
Achei bastante interessante o marketing utilizado para divulgar a empresa, T-Mobile. É algo completamente inusitado e cheio de emoção, tipo de coisa que qualquer divulgação DEVE ter!

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

19/AGO - Dia da fotografia!

Oi pessoas!!!

Vim com um dia de atraso mas não poderia deixar de comentar sobre o dia da Fotografia, que foi ontem.
Uma arte tão recente, se comparada às outras (100 anos só, né?!) mas que evoluiu rapidamente:
do saudoso filme para a fantástica digital foi um pulo. E quem não aprovou tanta facilidade?
Fotografar, para mim, deixou de ser apenas um hobby. É mais que isso. É profissão (tb) e muita, muuuita paixão.
Acabei de fazer um curso de fotopublicidade e estou ansiosa para comprar meu brinquedinho, a primeira Reflex, da Nikon, ainda esse ano. Mal posso esperar!
________________________________________________
Vocês já pararam para imaginar o nosso cotidiano sem a possibilidade de registrar momentos?
Tudo bem que muitas "imagens" ficam guardadas na nossa memória. Mas impressas em um papel ou mesmo ali, gravadas em um CD, nem se compara!
Tenho até um fato triste para relatar sobre essa importância...
Sempre achei complicadinho colocar filme em máquina. Minha mãe idem; aliás, muitas pessoas idem... Era comum ao revelar um filme em loja especializada, já pedir para o vendedor colocar o próximo rolo na máquina. Aposto que você, leitor, já passou por essa situação.
No primeiro aniversário de um ano da minha irmã, uma vizinha se prontificou a colocar o tal filme. Se prontificou sem saber de verdade como fazer a coisa; porque o filme velou por completo e nós ficamos sem fotos do primeiro aniversário...
Olha o que foi perdido!!!
Não existe álbum para relembrar esse momento que foi único.
Nos restaram apenas umas 6 fotos da máquina de uma convidada que, claro, nos cedeu as "relíquias".
Mas com certeza ela não clicava a toda hora, muito menos os verdadeiros momentos, aqueles que são pegos de relance, de surpresa, os não programados.
Sim, não se enganem, a fotografia é verdadeiramente uma GRANDE invenção. E que faz parte da rotina de muita gente e às vezes a gente nem percebe porque já é quase um hábito.
Então o meu reconhecimento hoje vai para ela!
Abraços e até!

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Criatividade

Digo com conhecimento de causa que a criatividade está nas coisas mais simples.
Sério! Não adianta quebrar a cabeça com idéias mirabolantes; pensar em artifícios de outro mundo...
A arte de chamar a atenção não necessita de um gigantesco cenário, efeitos especiais, ou coisa do tipo. Mostro agora uma prova.
Admirem à vontade esse fantástico vídeo de um coral que interpreta - com virtuosa perfeição - a simulação de um temporal, desde a fase inicial, suas sequentes evoluções até a plenitude de uma real tempestade atmosférica.
Vejam esse grupo e escutem o delicioso barulhinho que eles reproduziram. É de arrepiar!

video

domingo, 26 de julho de 2009

Olha o babado!!!

Definitivamente, ando numa fase fotógrafa. Não dessas amadoras, onde todo mundo que se identifica com a coisa, se encaixa um pouco; mas especializando em fotopublicidade.
Estou fazendo meu curso, clicando mil produtos, aprendendo técnicas e efeitos que melhoram a iluminação e que realçam a embalagem..., pensando em montar um portfólio digno de "profi", já de olho na minha "Reflex", vasculhando preços e acessórios, enfim... mergulhei nesse mundo! Sem contar que tá valendo o investimento, eu considero uma ótima terapia.
E as anteninhas ficam de pé ao menor sinal sobre esse assunto. Escutei ontem na Antena 1 uma novidade do mercado de fotografia e claro, vim correndo buscar informações na web.
A evolução está a tal ponto que culmina (até então) na primeira câmera 3D do mundo, com lançamento previsto para agosto próximo, pela Fujifilm.
A FinePix Real 3DW1, que inclui duas lentes e dois chips sensores de imagens para possibilitar imagens tridimensionais, deve chegar ao mercado japonês no mês que vem, por cerca de 60 mil ienes (US$ 641), segundo uma porta-voz da companhia.
Seguem as fotos da "caçula":

Faltou divulgar uma demonstração da imagem que ela captura. Mas eu vou seguindo atenta e agora ansiosa, para ver onde vai dar tudo isso!

quarta-feira, 15 de julho de 2009

A arte de negociar

Sumi de novo... =/ Tanta coisa pra fazer! Mas o bom é que o cotidiano traz mais ideias para posts e aqui está a última (nova e ao mesmo tempo velha) vivência.
TODO MUNDO deve estar ciente do mau-humor, a falta de "tato" ou mesmo o desinteresse de vendedores ou, quem diria, até mesmo de proprietários de negócio. Cheguei a pensar que Brasília era o PIOR lugar para um consumidor ser atendido, mas vejo que a coisa tá generalizada! Seja por internet ou ao vivo, estamos sim cercados por zilhares de pessoas sem eficiência. Estão lá apenas para bater o ponto e pronto.


Semana passada, solicitei um orçamento de serviço via e-mail. Queria saber das características do produto: quais opções a empresa disponibilizava (tamanho, cor, variedades da parte interna), o que, na opinião dela, se encaixava melhor para o fim a que se destinava.

O primeiro contato foi agradável e eu tive a impressão de que "fecharia negócio". Já no segundo, não sei porque cargas d´água foi desanimador: "O preço é esse!" Coisa mais seca...
"Sim. Ok. Mas o que estarei levando por esse valor?"
E o meu caso, deu-se por encerrado.

Faltou especificar, detalhar, querer vender. Ela deve ter achado que eu fazia um tipo de trote, ou era concorrência bisbilhotando e não quis sugestionar NADA.
Daí que eu desisti, até porque a tal empresa não é a única nesse ramo e já que estou pagando, ("eu tô pagaaaaando!" rs) vou procurar quem saiba ser ao menos gentil.

Por coincidência, na mesma semana me deparei com um texto de Laila Venetti, "A Arte de Negociar" (e aí o porque do título), onde ela diz coisas do tipo: "diante de tantas empresas, de tantas opções, o cliente escolhe aquela que melhor atende suas necessidades, é óbvio."
Concordo com a obviedade. Mas por que então é tão difícil praticar a cordialidade? Já possui vários clientes e pouco importam os novos?
e Laila completa: "Existem negociadores e negociadores, ou seja, há os que dispõem de um leque de opções sedutoras, mas não conseguem transmitir toda essa atratividade no ato de negociar." E não é?!

Só pra encerrar, gostaria de comentar um fato que lembro com felicidade. Uma cliente super simpática (que provavelmente esperava o mesmo tratamento para uma parceria) foi sincera ao dizer porque escolheu a nossa Easy. Disse que não foi o fator preço do anúncio, ou a apresentação do trabalho - claro que tudo isso conta; nem mesmo a proximidade da nossa agência com a empresa dela, mas sim o nosso modo de tratar ao telefone. Acredita?
Simples assim. Mas deixo a dica para quem não se importa com algo que acreditam ser "bobagem".

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Pra se pensar!

Adoro essas "tiradas"... =)
Em especial a primeira, de um grande profissional de publicidade!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Mais uma da Coca!

Sempre ela...

Uma amiga me enviou esse e-mail e achei legal dividir com vocês.
"Perdemos mais tempo com preocupações e aborrecimentos do que com alegria e esperanças!!!"
Vale ver o vídeo do novo comercial da Coca-Cola espanhola.

http://www.youtube.com/watch?v=SPq_J9PHJ10

Irradia emoção! Adoooooro... (assim como adoro o refri, a marca e as idéias.)
Boa terça-feira a todos.

terça-feira, 23 de junho de 2009

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Construindo confiança

Bom dia!

Remexendo nos papéis, encontrei um texto que o Clau tinha impresso há tempos sobre como você constrói confiança com os clientes.
Achei interessante e resolvi postar já que considero valioso para todos.
Seguem, então, as "dicas" dadas por Ricardo Jordão da BizRevolution. http://bizrevolution.typepad.com/bizrevolution/2006/07/voc_constroi_co.html
Espero que gostem.
Tenham todos uma semana produtiva!

1. Você é um cara acessível.
2. Você responde rápido quando consultado.
3. Você mantêm as promessas e os prazos de entrega.
4. A sua maneira de falar é livre de jargões e cliches.
5. Você mantêm os clientes bem informados sobre a entrega dos seus produtos e serviços.
6. Você tem uma boa compreensão sobre o negócio do seu cliente.
7. Você ouve com atenção ao que o cliente tem a dizer.
8. Você avisa o cliente com antecedência sobre o que vai acontecer.
9. Você envolve o cliente nas fases críticas do relacionamento.
10. Você valoriza o tempo do cliente.
11. Você mantêm o cliente bem informado sobre as questões que afetam o negócio dele.
12. Você faz o cliente sentir que é importante para você.
13. Você demonstra um interesse no cliente que vai além daquilo que você é pago para fazer.
14. Você não espera o cliente pedir nada ou começar nada, você SEMPRE se antecipa.
15. Você dá boas explicações sobre o que você vai fazer e porque.
16. Você lida com os problemas de relacionamento que aparecem com velocidade e transparência.
17. Você avisa o cliente PRONTAMENTE sobre mudanças que acontecem e procura sua aprovação.
18. Você CRANEIA tudo que você faz antes de fazer.
19. Você demonstra CRIATIVIDADE nas suas propostas de negócios.
20. Você documenta as atividades que faz.
21. Você demonstra vontade de diagnosticar os problemas do cliente sob o ponto de vista DELE.
22. Você demonstra vontade em redefinir o ponto de vista do cliente sobre os problemas que ele tem.
23. Você não chega a suas próprias conclusões rapidamente.
24. O teu negócio é trabalhar pelo sucesso dos outros.
25. Você está SEMPRE atualizado sobre o que acontece com o negócio do seu cliente.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Reflita

A maioria das pequenas e médias empresas ainda acham que com uma média de três/quatro anúncios, os seus negócios ficarão conhecidérrimos. Enganam-se...

Resultados provém, além de um bom produto e uma propaganda de qualidade (que atinja o público correto); da chamada "frequência de inserções". Na mídia, a frequência é a intensidade, ou a quatidade de vezes que um anúncio será veiculado.

O reconhecimento não vem por acaso. Taí o exemplo da Coca, que mesmo sendo uma das empresas mais lembradas do mundo, não se dá por vencida e continua a fixar a sua marca.

Garota esperta! ;)

:: Abraços a todos e ótimo final de semana!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Na fila...




Esse é o próximo livro da minha lista.
Ainda vou comprar e como não li, segue a descrição!
"Com mais de 150 mil exemplares vendidos, O segredo de Luísa se tornou referência quando o assunto é empreendedorismo. Adotado por universidades e MBAs em todo o Brasil, o livro trata de assuntos através de uma história com trama, conflitos, reviravoltas e personagens por quem nos apegamos e para quem torcemos. Usando como fio condutor a trajetória de Luísa, uma jovem mineira entusiasmada com a idéia de abrir uma empresa para vender a deliciosa goiabada que sua tia produz, Fernando Dolabela ensina passo a passo tudo o que é preciso saber para ir do sonho ao mercado. O livro oferece a alternativa de se concentrar na história ou se aprofundar nas informações específicas sobre marketing, plano de negócios, finanças, administração e organização empresarial. Esses ensinamentos são apresentados à medida que a história evolui, acompanhando o ritmo com que Luísa vai aprendendo. Assim é possível descobrir aos poucos as etapas necessárias à criação de uma empresa, desde sua idealização até à garantia de sua sobrevivência. Além de apresentar um estudo completo da empresa de Luísa - que serve de modelo para qualquer empreendimento -, o livro inclui testes para ajudar o leitor a conhecer seu perfil e descobrir o potencial de seu futuro negócio."

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Prêmio Colunistas

Sei que é horrível atualizar o blog com um post por semana... =/ então voltei com gás total já na segunda-feira! (e pretendo aparecer com frequência.)
A cabeça está a mil, planos borbulham e apareceu uma vontade danada de reciclar, renovar os conhecimentos. Tanta coisa que eu queria fazer, que nem sei por onde começar. Mas esse assunto fica para uma outra oportunidade.

Vou comentar hoje sobre o "25o Prêmio Colunistas de Brasília", evento para o 2o semestre (que, convenhamos, é daqui uns dias) mas já está dando o que falar.

São várias categorias: agência do ano, agência de melhor desempenho criativo, publicitário do ano, profissional de propaganda do ano, anunciante, veículo impresso, veículo eletrônico, melhor desempenho em produção de comerciais, melhor desempenho em produção de fonogramas, destaques e as campanhas propriamente ditas, nas áreas de TV e Cinema, Rádio, Mídia Impressa, Mídia Exterior, Mídia Digital, Websites, Mídia Alternativa, Apresentações Especiais e, (UFA) Campanhas e Mídias Integradas.

Prazo de inscrição para Brasília, até amanhã, 16 de junho, através do link http://www.colunistas.com/propaganda/propaganda2009.html
com o julgamento ocorrendo em agosto.

Além de Brasília, o tradicional "Prêmio Colunistas do Ano" também acontece em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná e Norte-Nordeste.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

últimas

Sem muitas novas para contar, vou comentar o fato de estar amando (e devorando) o livro que mencionei no post anterior. Olha, se tem uma leitura que compense, é esta! (e pensar que estava há dois anos estacionado em minha estante...) (???)

De novidade mesmo, e aí outra investida que me empolga, só a matrícula feita para um curso de Fotopublicidade (o famoso unir o útil ao agradável). Mal posso esperar para aprender os truques e as técnicas de estúdio que realcem a beleza de um produto!
Logo, então, estarei mostrando uns clicks de profissa. Aguardem até eu conseguir imagens que realmente valham à pena.
Bom final de semana para todos e obrigada pelas visitas e comentários de sempre!

segunda-feira, 1 de junho de 2009

O livro da vez




Nas duas últimas semanas, presenciei em situações diferentes, duas sensações completamente opostas.
Me deparei com um "líder" e um LÍDER. Percebem a diferença?

O primeiro era de uma seriedade e mau-humor incríveis e meros 30 minutos de conversa, por sinal carregada de estresse, fizeram com que eu pensasse que a pior coisa do mundo seria trabalhar ao lado de um cara como aquele.
"Não que os líderes devam ser demasiadamente 'simpáticos'; a arte emocional da liderança consiste em impor a dura realidade das exigências do trabalho, sem ofender as pessoas desnecessariamente." Fonte: O Poder da inteligência emocional

Já o segundo, quanta diferença... Um ser humano dotado de luz própria. Enérgico, ativo, emocionalmente vibrante, com um ânimo de tal modo positivo, que criava uma atmosfera acolhedora, fazendo com que as pessoas que o estavam escutando, se sentissem bem. Deu vontade de contribuir, de empreender o máximo dos nossos esforços para o crescimento da empresa dele.
"Os grandes líderes nos mobilizam. Inflamam nossa paixão e inspiram o melhor dentro de nós. Quando tentamos explicar a causa de tamanha eficácia, pensamos em estratégia, visão ou idéias poderosas. Na realidade, porém, eles atuam em um nível mais fundamental: os grandes líderes agem por meio da emoção"! Fonte: O Poder da inteligência emocional

E é disto que trata o "O Poder da Inteligência Emocional - A experiência de liderar com sensibilidade e eficácia", Daniel Goleman / Richard Boyatzis / Annie McKee: o fato dos humores (tanto positivos, quanto negativos) afetarem o desempenho dos funcionários e, consequentemente os resultados da empresa e também o fato do líder exercer o papel mais importante dentro de uma organização, inspirando seus subordinados, já que ele é observado e seus atos, copiados.

Quem tiver vontade de conferir, leiam pois o assunto é altamente interessante.
E a todos que passarem por aqui, desejo um começo de junho excelente!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Sobre o Marketing & Business. Meus destaques.

Auditório da OAB

Kit com credencial, programa, bloco e sacola.

26 e 27 de maio. Dois dias de conhecimento e aprendizado. Sucesso que foram as palestras! Adorei e me sinto "renovada", entusiasmada. É realmente disso que gosto. Marketing, vendas, mercado, investimento, tendências...
Tive um UP na semana com a excelente palestra de Natal Furucho, da Record do Centro-Oeste. O que é aquele cara???
Motivado, positivo, incrível!! Sinônimo de sucesso... Falou sobre crescer em meio à crise. Fiquei com vontade de trabalhar na equipe dele. Um líder como o Sr. Natal, alcança o que se quer. É só questão de tempo.
Ele discorreu a respeito dos fatores da "Magia do Sucesso"
Meta: visualizar e atingir o lucro;
Ação: ousadia, mudança das atitudes em tempos ruins. Se sobressair;
Grito: exposição da marca. Mostrar a existência da empresa para o mercado.
Intuição: capacidade de ser assertivo. Prever problemas e antecipar as soluções.
Alegria: Humanização do ambiente de trabalho.

Pesquisando mais sobre o palestrante, encontrei esse blog também: http://recordbrasilia.blogspot.com/
Vale à pena dar uma passeada.
Finalizou sua excelente apresentação (a melhor) oferecendo ingressos para a palestra de Oscar Schmidt. Sua gerente de marketing desapareceu, mas eu fiquei com vontade de ir em mais esse evento.

Cintia Nunes Bragato, ex-participante do 1o Aprendiz, também dá um show quando fala sobre Inteligência Competitiva no Varejo. Trabalhando atualmente no Senac/SP, demonstrou muita desenvoltura e vivência nessa área. Adorei o assunto. Meu segundo destaque.

Eunice Aboláfio, comentou sobre coaching: processo para liberar o potencial de uma pessoa e maximizar a sua performance; desenvolvimento.
Bem interessante essa parte de construção da auto-estima.
Deveria haver um coacheer em cada empresa. É muito fácil você se deparar com pessoas que o desmotivem... E pra quê isso se o dever de um funcionário é somar?

Enfim, foi um investimento válido e eu aguardo pela próxima realização da Mercaddo.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

. Evento .


Dica de programa em Brasília, para quem pretende se aprofundar em marketing de varejo.
Dias 26 e 27 de maio, no auditório da OAB, na 516 norte, vai acontecer o 2o Marketing & Business, com o varejo em foco. Estarão marcando presença, os seguintes palestrantes:
* Programação / dia 26:
Cintia Bragato - Senac/SP,
Eunice Aboláfio - Fenix Comportamental/SP,
Carlos Ferreirinha - MCF Consultoria/SP
* Programação / dia 27:
Natal Furucho - Record Centro-Oeste,
Júlio Takano - Kawara & Takano/SP,
André Robic - IBModa/SP.
Eu vou!!! e depois conto como foi.
:: Realização: Mercaddo marketing e endomarketing

sexta-feira, 15 de maio de 2009

E a semana está no fim...


amanhã é sábado! Dia de andar 10km no parque, respirando o ar mais puro da cidade, sentindo o sol batendo nas costas... Dia de tirar o salto e pisar na terra fresca, tomar água de coco, almoçar com a família sem pressa... É dia da primeira festa maína do ano. Dia de camarão empanado, quentão, churrasquinho e... MARIA MOLE! =) Tb maçã do amor, pé de moleque, paçoquinha e talz. Pq doce pra adoçar a vida, não pode faltar nunca!!! Se essa não foi a semana mais tensa da minha vida, foi uma das! Não imaginam... Mas tenso, necessariamente não significa ruim. Depois que passa, vc vê com outros olhos. Vê que foi uma chance que vc teve, uma sacudida que a vida te deu, uma oportunidade merecida... Tensa, porém feliz e se não completamente especial, foi ao menos de aprendizado. E o que é a vida, se não isso????
Excelente final de semana para todos vocês! E vamos correndo atrás... ;)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Placas para uma RPPN

Desenvolvemos, eu e o Cláudio, algumas placas para uma RPPN.
Para quem é leigo, RPPN é uma sigla que define Reserva Particular do Patrimônio Natural, ou seja, é uma área privada que tem o objetivo de conservar a diversidade biológica.
"A criação de uma RPPN é ato voluntário do proprietário de uma área que decide transformar toda ou parte desta em uma RPPN, sem que isso ocasione a perda do direito de propriedade. Este tipo de reserva tem o objetivo de promover a educacão ambital.
Por meio do Decreto nº 98.914/1990, ficou atribuída ao IBAMA a competência de reconhecer estas reservas particulares, a partir da iniciativa de seu proprietário, em áreas onde fossem identificadas condições e caraterísticas que justifiquem ações de conservação, pelo seu aspecto paisagístico, ou para a preservação do ciclo biológico de espécies da fauna e da flora nativas Brasil." (trecho extraído do Wikipédia)
Abaixo, alguns animais encontrados na RPPN em questão.




terça-feira, 5 de maio de 2009

Um luxo de mercado.


Visite http://www.apoenafashion.com.br/ e conheça uma marca de moda brasiliense com bordados manuais. A "Apoena" encanta!
Layout do site desenvolvido por mim e Cláudio Taveira (pela ETP)

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Tempo para a descontração

Delícia o site que achei, navegando por aí!
"Publicidade enganosa" é repleto de tirinhas sobre a profissão.
Segue amostras divertidas das artes do Ferreira. O cara é fera!
-
(clique para aumentar)
Linkei também no "divertidos"... Lado direito do meu blog.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Para o ano que vem...

Em fevereiro, foi divulgado um concurso aqui na Capital para a logomarca "Brasília 50 anos".
Com um ano de antecedência, a marca já foi divulgada pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal e "circula" na TV para os brasilienses.
Poderiam se inscrever qualquer brasileiro, maior de 18 anos, pessoa física, atuantes nos campos das artes plásticas, desenho industrial e publicidade, com curso superior completo ou estudantes universitários. Cada um concorrendo com uma proposta.
O edital exigia o uso de branco, verde e amarelo. As inscrições foram de 09/02 a 25/03 e o resultado foi conhecido no dia 31/03/2009. O prêmio para o ganhador da logo comemorativa do cinquentenário será no valor de R$15 mil, entregues hoje, nas comemorações do aniversário da cidade. Eis a escolhida!

Desenvolvida pelo arquiteto e urbanista Antônio Danilo Moraes Barbosa, a marca será utilizada em todas as publicações do GDF, impressos, eventos e material publicitário.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Eis uma bela idéia!

A exatamente uma semana do aniverário de Brasília, posto foto de produto (e propaganda) desenvolvidos especialmente para os habitantes/clientes da cidade onde nasci e moro.
Uma linha diferente, linda e altamente saborosa que só poderia ter sido lançada pela "Chocolate com Arte".
No Natal de 2008, disponibilizamos para venda na loja da empresa em questão, o seguinte produto, nos sabores ao leite, meio amargo e amargo.
(favor clicar em cima da foto para ver em detalhes os chocolates com três importantes monumentos de Brasília - em alto relevo)


Agora, antes das comemorações dos 49 anos de Brasília, ele será vendido com força total para homenagear a cidade!
:: Idéia e layout das embalagens "Série Doce Capital": Marianna e Claudio (pela ETP)

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Design de LOGOS

Considero a logomarca, uma das criações mais difícieis de se trabalhar; entretanto a mais significativa. Afinal é o símbolo que representará a empresa, produto, ou serviço. Que a tornará conhecida... É a verdadeira IDENTIDADE do negócio. A "essência"!

Cores, tipologia, desenho... a mistura de todos esses ítens devem, de forma clara, remeter à filosofia empresarial, ao estilo dos produtos oferecidos e também ao público que se pretende atingir.
Cores "fortes", ao mesmo tempo que atraem a atenção, podem ser demasiadamente "agressivas" ou impróprias para o ramo infantil. Da mesma forma, ocorre o contrário. Raramente um "azul bebê", ou uma "Comic sans" será utilizada para uma empresa de engenharia, consultoria ou advocacia. O bom-senso é fundamental para quem quer se fazer notável diante de uma infinidade de símbolos visuais.
Abaixo, apresento designs desenvolvidos por mim para alguns clientes. Três deles foram elaborados para setores de organizações. A última, para a própria empresa.



Setor de Taquigrafia do Superior Tribunal de Justiça - STJ, Brasília/DF


SOJ - Secretaria dos Órgãos Julgadores do STJ


Dimpe, setor do Banco do Brasil, de Brasília/DF.


Lucky Baby - confecções de roupas infantis.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Nostálgico

Semana passada recebi um e-mail de uma amiga querida, com links sobre comerciais de TV antigos. Achei interessante e resolvi compartilhar com vocês, até porque é muito bom acompanhar a evolução de uma marca, ver quem está aí até hoje ou matar as saudades dos produtos que já não existem... Obrigada, Carlinha!

COMERCIAIS DE TELEVISÃO - 1950/1970 É só clicar em cima de cada título e você verá alguns dos melhores comerciais do passado.

Açúcar União - anos 50
Biscoitos São Luis - anos 60
Brahma Chopp com o eterno Beto Rockefeller Luis Gustavo - anos 60
Casas Pernambucanas - Quem bate? é o frio! - 1962
Capitão AZA - Chamada do programa infantil apresentado por Wilson Viana - anos 70
Cobertores Parahyba - Já é hora de dormir - 1961
Coca-Cola e Fanta dá Prêmios - anos 60
Coca-Cola - Tamanho Grande - anos 50
Coca-Cola - Instrumentos - anos 50
Coca-Cola - Isso faz um bem - anos 50
Coca-Cola fala para a Juventude - Esta é Grande - anos 60
Coca-Cola - Namoro - anos 50
Coca-Cola - Obra-Prima - anos 50
Coca-Cola Tamanho Família - anos 60
Colônia 1010 Bozzano com o locutor Ramos Calhelha - anos 60
Creme de Leite Nestlé - anos 60
Damosel Perfume da Atkinson - anos 50
Desodorante Mum com o casal de atores Eva Wilma e John Herbert - anos 50
Elefante da Cica - anos 60
Esso 2T Motor Oil com as Gotinhas - patrocinador do Repórter Esso - anos 50
Esso Aditivo AdiTigre - anos 50
Esso Extra Figuras Típicas Brasileiras - anos 50
Esso Gasolina do Tigrão - anos 50
Esso Gotinhas - patrocinador do Repórter Esso - anos 50
Esso Motor Oil na Ópera - anos 50
Esso Querosene Jacaré - anos 50
Primeira Fenit Feira da Indústria Têxtil de São Paulo - 1958.asf
Fósforos Fiat Lux com os soldados palitinhos - anos 50
Fusca Volkswagen - 1962
Fusca Volkswagen novo Chassi - 1965
Fusca Volkswagen - carros da Polícia de São Paulo - 1963
Fusca Volkswagen único Refrigerado do a ar - 1963
Fusca Volkswagen único Refrigerado do a ar - 1964
Fusca Volkswagen Regador com a música de Spike Jones - 1965
Fusca Volkswagen com Regina Duarte - 1965
Fusca Volkswagen Sem Molas - 1965
Fusca Volkswagen o melhor usado - 1968
Karmann-Guia - 1963
Kibon Criança e TV - anos 60
Kibon Kishow Sanduíche - anos 60
Kibon me leva pra casa - anos 50
Kibon Picolé de 30 centavos - anos 60
Kibon Picolé com os Aqualoucos - anos 60
Kibon Picolé com Alma - anos 60
Kolynos Apresenta - anos 50
Kolynos Apresenta o famoso seriado da cadela Lassie - anos 50
Kolynos e Simps Magazin Apresentam o seriado O Homem de Virginia - anos 50
Kolynos Família - anos 50
Kolynos Hora Certa - anos 50
Kombi Volkswagen cabe até uma banda - anos 60
Kombi Volkswagen para as Freiras - 1967
Leite Moça - anos 60
Leite Molico Medidas - anos 60
Leite Sol - anos 50
Lenços de Papel Yes - anos 50
Lojas Ducal com o casal de atores Glória Menezes e Tarcísio Meira - anos 60
Nescafé Sobrinha - anos 50
Óleo Saúde da Anderson Clayton com o casal de atores Cacilda Becker e Walmor Chagas 1962
Opala Avião - 1969
Opala com o ator Ney Latorraca - 1970
Opala com o jogador Rivelino - 1969
Opala com a atriz Tônia Carreiro - 1969
Revista Veja Leia nesta edição - anos 60
Segundo Salão da Criança com o palhaço Carequinha - anos 60
Tecido Sintético Nycron com o ator Cláudio Marzo - anos 60
Toddy Circo - anos 50
Toddy Hoje com as atrizes Norma Benguell, Márcia de Windsor e Branca Ribeiro - 1958
Toddy Instantâneo - anos 60
Variant 1600 com o ator Rogério Cardoso - 1969
Varig Rio-Lisboa - anos 60
Geladeiras Westinghouse com Jô Soares - anos 60

quinta-feira, 2 de abril de 2009

A primeiríssima

Estava relembrando o quanto foi divertido desenvolver a primeira de nossas peças, para a primeira de nossas clientes, Léa Orem. Mais do que cliente, ela foi uma amiga naquele começo repleto de inseguranças.
Com o tempo a gente percebe a quantidade de lições "extraídas" de cada anunciante. Com a Pé Maior Calçados não foi diferente. Começava aí uma grande escola.
Frente


Verso

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Livro de cabeceira

Propaganda
Teoria - Técnica e Prática é quase uma Bíblia. Completíssimo.
Para consultar sempre!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Ramo de C.H.O.C.O.L.A.T.E.

A poucos dias da Páscoa, venho mostrar algumas peças desenvolvidas para um cliente querido, a "Chocolate com Arte".
A empresa, que comercializa chocolates artesanais, possui fabricação própria, oferece ao público brasiliense produtos semelhantes aos produzidos na Serra Gaúcha (a proprietária é do Sul) e que são verdadeiras obras de arte!
(clique no layout para aumentá-lo)
*Layout e Fotos: Marianna e Cláudio

Folder

Veiculação na Revista Frade - Brasília/DF

e-mail MKT para clientes

quarta-feira, 25 de março de 2009

Wave Festival in Rio - 2a edição






O maior festival de propaganda da América Latina, está próximo. Serão três dias de seminários e exposições com os maiores talentos da publicidade latina concorrendo nas categorias Film, Press/Outdoor, Direct, Cyber (patrocinado pela TVA), Promo, Rádio (patrocinado pela Rádio Globo), Design e a recém-criada Blue Wave.

Inscrições até o dia 17 de abril de 2009 através do site http://www.wavefestival.com.br/
O evento será realizado no Copacabana Palace entre os dias 11 e 13 de maio de 2009.


terça-feira, 24 de março de 2009

Falando em clientes...


Eu sei o quanto criar (e mais ainda manter) clientes é penoso! Lidar com pessoas requer paciência, habilidade e muito jogo de cintura. É um trabalho diário, sem contar que cada ser é um indivíduo único. Uns são mais sérios, outros mais abertos; um quer opinar a ponto de não deixar você expor suas idéias, outro (que eu particularmente prefiro) confia a você a empresa e quer só resultados; uns clientes são seus amigos, outros só querem a relação empresa-agência, nada de misturar as coisas!
E a saída é se adaptar. Conhecê-lo hoje e o modo como ele prefere que você aja; se moldar à estrutura depois. Mas sobretudo nunca deixar escapar a confiança que foi depositada em você e no seu trabalho. Afinal muito da vida dele está em suas mãos. E, acredite, muito da sua vida também está nas mãos dele!
________________________________________________________
* Marcos Cobra é professor titular da FGV/SP e autor de 32 livros sobre Marketing. Alguns deles, inclusive, fazem parte da minha estante.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Curtinhas

- O livro “De volta à vida” não deixa de ser um marketing pessoal do talentoso esportista americano Lance Armstrong. Exemplo de luta e superação a autobiografia é uma excelente pedida para as horas de lazer.



- Para quem gosta de estar antenado às novidades do mercado publicitário, confira a seção “Mundo da propaganda” que aparece todos os meses na Revista Seleções. Colunas como "flagrantes da publicidade", "ossos do ofício publicitário", "minha campanha inesquecível" e "entre aspas" - frases de publicitários ou anunciantes; fazem dessa seção, uma leitura bem gostosinha.


quinta-feira, 19 de março de 2009

Entre confetes e serpentinas

O Carnaval foi há poucos dias e eu tenho que postar essa campanha da Gatorade, feita pela AlmapBBDO e veiculada em revistas.

É incrível como as propagandas simples, são as mais charmosas. Enfim, achei uma sacada e portanto, mereceu meu destaque!



Abaixo, a do ano passado.


quarta-feira, 18 de março de 2009

Pesquisa

Antes de colocar o segundo e o terceiro posts na web, “Motivador de consumo” e “Novas propostas”, respectivamente, fiz uma pesquisa, digamos, “doméstica”. Pedi a algumas pessoas mais próximas que escolhessem, independentemente da mídia utilizada, uma ou duas propagandas que as tivessem “marcado” e de que ainda se lembrassem claramente; antigas ou não, se são memoráveis, é certo que dificilmente serão “deletadas” da memória.

O que faz uma propaganda receber o rótulo de boa? Com certeza, o fato de ter despertado a atenção a ponto de ficar registrada na mente e, por que não, nos corações. Em muitos casos – o que é excelente –, são relembradas durante anos, seja por causa de um jingle – as músicas –, uma imagem ou um texto emocionante.

No caso do jingle, como esquecer-nos, por exemplo, da campanha do Guaraná Antarctica?: “Pipoca na panela, começa a arrebentar. Pipoca com sal, que sede que dá...” À época, lançou-se também o guaraná com pizza, guaraná com bife à milanesa, onde uma mulher de biquíni, rolava na praia até ficar toda coberta de areia, etc.
E a dos Mamíferos da Parmalat?: “O elefante é fã de Parmalat. O porco cor-de-rosa e o macaco também são...” E, recentemente, o quanto foi surpreendente revê-la, depois de alguns anos, com os “filhotes” já crescidos... definitivamente, adoro as propagandas-seqüenciais!
E os textos do chocolate da garoto "compre baton, compre baton, compre baton..." ou das tesourinhas da Disney "Eu tenhoooooo, vc não tem!" Ficaram eternizados.

Colocarei aqui, duas das minhas preferidas, que me “tocaram” tanto pelas imagens quanto pelos textos:

Pedigree - Cachorro é tudo de bom
http://www.youtube.com/watch?v=YvEuZ8uD5D4


Claro - 6 centavos o minuto
http://www.youtube.com/watch?v=M4nFe8WL-wQ

Após a “pesquisa”, vejam as respostas que recebi – com exceção da última, as demais são vídeos:

Whisky Chivas – http://www.youtube.com/watch?v=vhJolSHG-UE
Seleção no Aeroporto - http://www.youtube.com/watch?v=p6lujavc-Wk
Carlton - http://www.youtube.com/watch?v=JWr75FeUFkc
Faber Castel - http://www.youtube.com/watch?v=ckxlPxNNigM
Pipoca com Guaraná - http://www.youtube.com/watch?v=XCVzgwu7qFg&feature=related
Bombril - http://www.youtube.com/watch?v=gR4qC3dIa6c
Honda - http://www.youtube.com/watch?v=Mnd6Fyrbrak
Havaianas http://www.youtube.com/watch?v=rhkZOb7zfUo
Pedigree (a mesma que escolhi, escolhida por outra pessoa)
http://www.youtube.com/watch?v=rwuXzqhrbdg
Honda (a mesma escolhida por outra pessoa):
http://www.youtube.com/watch?v=Mnd6Fyrbrak
Mercado Livre: http://www.youtube.com/watch?v=sG7XUlA2Lhc
Benetton - http://www.spiner.com.br/areas/figuras/personalidades/benetton.jpg


O objetivo principal deste post é mostrar que nenhuma das propagandas lembradas teve uma conotação sexual. A última, a que mais se difere das demais, é bem polêmica e, portanto, raramente é escolhida. É de admirar-se? Não. Claro que não.
À primeira vista, com certeza, propagandas desse gênero chamam bastante a atenção por que chocam, nunca por que despertam encanto, emoção ou mesmo provocam arrepios... pois o que causa essas sensações é a abordagem simples, doce, poética, engraçada; como a maioria das escolhidas... Fica comprovado que o público se sente muito mais seduzido quando essas outras formas são utilizadas!

:: Deixo aqui o agradecimento aos amigos que contribuíram para esta pesquisa.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Novas propostas

Começo com a pergunta: como se sobressair em um mercado tão concorrente sem a utilização do apelo sexual?

Particularmente, não sou muito fã (nem adepta) de inserir o tema sexo nas campanhas publicitárias e do estereótipo de mulher-objeto que há tempos vem sendo muito explorado por diversos ramos.
Aliás, acho extremamente grotesco “precisar” apelar utilizando-se do artifício da vulgaridade sem se importar com limites ou com o fato de que isso incomoda muitas pessoas.

É difícil convencer as empresas a mudarem seu conceito de atrativo. Por isso se vê tanta mulher nua ou seminua na televisão, nos comerciais, nas campanhas publicadas em revistas ou nos outdoors expostos ao grande público. Não me parece correto tirar proveito dessa situação só porque praticamente as vendas passam a estar garantidas. É como se a todo instante alguém nos falasse algo do tipo: “Estão aí as imagens e o produto. Engula!” Assim, é fácil fazer propaganda. Fazer os outros raciocinar sobre os verdadeiros valores das coisas requer, portanto, mais inteligência, mais tática, maior envolvimento, estudos mais aprofundados e habilidades para saber “tocar” o ser humano de outros modos, como, por exemplo, por meio de emoções e não apenas pela condução dos desejos.

Uma idéia sutil que faça o outro pensar e resgatar imagens de sua vida, seja da infância, da juventude ou que a associe ao conceito de “família” pode deixar a marca gravada mais tempo na mente do consumidor do que o sexo explícito. Um tipo de música, os fantásticos jingles, a utilização de animais, bebês, homens memoráveis, fatos históricos, surpreendentes, coisas que encantaram o mundo, cenas inesquecíveis também funcionam. Tudo isso poderá fazer a pessoa se interessar pelo estilo do anúncio que a estimula de forma até mesmo poética, buscando a harmonia sem ser agressivo.

Apresentar novas propostas às empresas sobre como remodelar seu estilo utilizando novas formas de abordagem poderia, inclusive, ser um diferencial para quem deseja se sobressair num mercado cuja concorrência é acirrada e, de certa maneira, possuidor de idéias predominantemente homogêneas e repetitivas. Um produto, uma marca, seja lá o que for, permanece vivo quando consegue surpreender. O inusitado e o diferente podem significar, sim, um grande passo para a conquista de fidelíssimos clientes. Clientes em sua totalidade satisfeitos.

terça-feira, 10 de março de 2009

Motivador de consumo

Desde o tempo da faculdade, tenho me incomodado com o uso abusivo da sexualidade na propaganda. No final do curso, resolvi aproveitar esse fator para usá-lo como tema da minha monografia e mostrar que grandes idéias nascem a todo momento e não deixam de ser brilhantes se não lançar mão desse apelo. Hoje, falarei sobre as campanhas que exageraram na dose.

O tema da minha dissertação foi “O apelo sexual na Publicidade como elemento motivador de consumo”. Tentei identificar o que estimula tanto as agências a utilizarem o erotismo em suas campanhas.

É fato que o apelo sexual atrai e alavanca as vendas, e como! O culto ao corpo e à imagem fez surgir uma cultura denominada hedonista. No Brasil, principalmente, o fenômeno é perfeitamente compreensível, dadas as nossas características culturais e o clima que favorecem a nudez. O fato de ser o país do carnaval, de praias paradisíacas e morenas exuberantes, sempre vestidas com roupas curtíssimas, fez com que a mulher brasileira virasse símbolo sexual; um fator que explica o emprego maciço da sexualidade na propaganda.

Dizem que cerveja vende porque tem mulher nua (ou quase). Cerveja, matrículas para academia, serviços de clínicas de estética, lingerie, perfumes, pacotes turísticos, propagandas de carro - ou ao menos a apresentação deles em lançamentos (sempre com a presença daquelas beldades que acabam roubando a cena no lugar do produto). Era um dos fortes fatores que vendia cigarros... Para o mercado, nada é mais funcional.

Muito do que se vê tem, sim, uma conotação sexual. Aliás, o homem contemporâneo vive “cercado” por sexo. Diretamente ou veladamente, milhares de propagandas estão focadas no culto ao corpo. O sucesso de determinadas marcas deve-se à eficiente ação de marketing que credita à esta indústria um dos motivadores maiores de consumo.

Apesar de o meu foco ser esse, analisar o lado ruim desse tipo de abordagem, identifiquei também outros elementos que, acredito, prendam a atenção do consumidor tanto quanto a valorização do sexo em uma campanha.
Aqui estão alguns exemplos de propagandas que trabalham com o “fenômeno erotismo”; a ousadia, onde o objetivo principal, na maioria das vezes, é “chocar”.



ellus jeans - multado.


Todas as propagandas da Tom Ford perfumes têm FORTE apelo sexual. Vejam outros exemplos no Google


A Du Loren sempre ousa e muita vezes causa polêmica com as fotos associadas ao slogan: "Você não imagina do que um Du Loren é capaz".


Academia Companhia Athlética

_________________________________________________________________No próximo post, falarei sobre formas menos abusivas de se fazer propaganda, apresentando outros modelos que conquistam igualmente o consumidor de modo mais simpático, respeitoso e menos escrachado.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Ah, a propaganda!


Às vezes me perguntam se eu gosto realmente de estar em constante contato com ela, e, certa da minha escolha, respondo com grande satisfação que não saberia amar, respirar ou vivenciar, dia após dia, outra profissão que não essa que abracei. Fazer propaganda é estar em contínuo estado de emoção e sempre à espera de grandes surpresas.

Um aspecto empolgante nessa atividade é, num dia, trabalhar com o segmento de chocolates, noutro com o de calçados, noutro com o de roupas femininas... e acompanhar novidades saborosas, novas coleções, desfiles etc., aprendendo um pouco de diversos ramos e percebendo que no mundo publicitário não há espaço para a monotonia. Cada dia uma inovação, cada negócio uma criação diferente, e para cada qual um público específico.

O tempo fez com que a propaganda conquistasse seu espaço e se mostrasse cada vez mais criativa e persuasiva, fazendo com que se tornasse extremamente eficaz e altamente necessária. Uma empresa que não divulga seu serviço ou produto, diante de tantas ofertas, é como se não existisse. No entanto, quando o faz de forma clara e surpreendente, suas idéias ecoam à distância, atrai clientes e se torna reconhecida..., mais do que isso, admirada. Ter uma marca sempre lembrada é o objetivo maior de qualquer empresa e o sonho de todos os profissionais que, por meio de excelentes campanhas, conseguem concretizar essa realidade.